6 de fevereiro de 2011

Renault-Lotus R31

9 – Robert Kubica (POL)
10 – Vitaly Petrov (RUS)


A Renault-Lotus (Lotus Renault GP Team, novo nome da equipe) lançou seu carro na última segunda-feira. O R31 é a maior esperança de Gerard Lopez, dono do grupo Genii e de Dany Bahar, presidente do Grupo Lotus; os principais acionistas do time.

É curioso o número de pilotos reservas apresentado pela equipe, 5 no total. São eles: Bruno Senna (BRA), Romain Grosjean (FRA), Ho-Pin Tung (CHI), Fairuz Fauzy (MAL) e Jan Charouz (TCH).
O R31 possui algumas novidades em termos de soluções aerodinâmicas, destaque para o ecapamento escondido n lateral (!) do carro. O bico do carro não é lembra muito o utilizado pela Red Bull no ano passado. Outra novidade é a pintura preta e dourada, uma jogada de marketing que pode render bons frutos, remetendo à lendária parceria com a John Player Special, nos tempos áureos da Lotus.

Como tendência das outras equipes, as laterias são mais robustas para acomodar o KERS e a tampa do motor voltou a ter o desenho tradicional. Vale ressaltar o detalhe da asa traseira com a extremidade inferior mais arredondada, quase intergrada ao difusor.
O R31 é um carro ousado, com soluções aerodinâmicas, duvidosas... Mas, analisando os resultados de 2009, podemos esperar um futuro promissor para o time; que conta com os serviços do talentoso Robert Kubica e o não tão talentoso (mas aceitável) Vitaly Petrov.

Nenhum comentário:

Postar um comentário