6 de fevereiro de 2011

Team Lotus T128

20 – Jarno Trulli (ITA)
21 – Heikki Kövaläinen (FIN)

Após uma estréia sem muito brilho em 2010 (mas sem o fiasco das outras novatas) a equipe almeja brigar por boas colocações em 2011. Para iso, o time conta com o acordo feito com a Red Bull para usar o câmbio do time austríaco e a chegada da Renault como nova fornecedora de motores. A equipe do empresário malaio Tony Fernandes ousou na concepção do T128 e adotou alguns conceitos radicais, como a quilha na entrada de ar do santantônio.

A dupla de pilotos foi mantida para 2011 (na minha pinião, uma decisão acertada): Jarno Trulli (ITA), já perto da aposentadoria, mas experiente; e Heikki Kovalainen (FIN), que superou o companheiro com facilidade na segunda metade de 2010. A equipe também já anunciou seus reservas para 2011; serão Davide Valsecchi (ITA) e Luiz Razia (BRA). Os novatos andarão em, no mínimo, quatro treinos livres de sexta-feira ao longo do ano.

Os projetistas confirmaram que não adotarão o KERS para o início da temporada, mas não descartam a possibilidade de introduzi-lo durante no decorrer do ano.

Não vejo muitas expectativas. Um carro com uma pintura nova, novo nome (muitas polêmicas), novos patrocinadoes e uma dupla de pilotos ao menos competentes. Não deve andar tão atrás como no último ano, mas brigar por posições intermediárias ainda é um sonho (ainda mais sem a utilização do KERS).


Nenhum comentário:

Postar um comentário