4 de julho de 2011

Pé Na Tábua - Quinta Etapa (03.07.2011)

Neste fim de semana foi realizada, no Top Kart (Barra), a quinta etapa válida pelo campeonato do grupo carioca de kart Pé Na Tábua. Particularmente eu estava animado para a etapa; minha bateria não parecia das piores e eu andei muito bem nos treinos (apesar de ter treinado com 6,5 HP, ao invés dos 9 HP da corrida).

Antes das baterias oficiais, tivemos uma animada bateria feminina. Algumas surpresas (todas boas, ótimas) para os maridos/namorados que acompanhavam afoitos do lado de fora. O destaque ficou por conta de Flávia Monteiro, que em seu primeiro contato com um kart, terminou na segunda colocação. Parabéns para todas as participantes (listadas na ordem de chegada): Camila Kirk, Flávia Monteiro, Mirian Nunes, Silvana Martins, Deliene Melo, Priscila Gomes, Camila O. e Kátia Ladeira.


Como foi a corrida?

Um dos destaques da terceira bateria foi Mauro Jaimovich; o piloto soube se aproveitar bem das oportunidades e terminou em uma ótima quinta colocação. Rodrigo Barreto, com uma tocada bastante afinada escalou o pelotão e terminou em uma surpreendente segunda colocação, um belo resultado, e pontos importantes no campeonato! Igor Gomes pagou o preço de não ter treinado no circuito: começou a etapa errando muitas curvas e perdendo posições; se recuperou no final mas já era tarde para disputar posições na frente.


Análise da prova (ponto de vista do piloto):

Consegui largar muito bem, superando o Mauro Jaimovich ainda na primeira volta (na entrada do S de baixa), e no início da segunda volta assumi a segunda posição, pois o Igor Gomes errou exartamente na minha frente. Tentei ainda acompanhar o Marcelo Galhardi por algumas voltas, mas ele estava com um ritmo bastante forte (o que comprovou o que eu já esperava antes da etapa: não daria para ganhar, mas o pódio era certo). Mesmo com a aproximação do Bruno Almeida, mantive a calma e (apesar de estar escorregando e errando bastante) não dava muitos espaços para uma tentativa. Eis que (para minha surpresa) na curva 4 eu vi o mundo ao contrário... Surpresa porque ela não é (nem de longe) um ponto de ultrapassagem.

E assim a minha corrida acabou...


Desde que desci do kart estou com essa imagem na cabeça! Alguém lembra de Ímola em 2002; quando a BMW-Williams resolveu colocar essa bem humorada frase na asa traseira de seus pilotos (na época Schumquinho e Montoya)?! Pois é... Não tinha imagem que resumisse melhor a minha corrida deste fim de semana.


Segue abaixo o resultado final da 3ª bateria:
(Nº do kart / Piloto / Nº de voltas / Volta mais rápida)

1º lugar: #14 Marcelo Galhardi – 34 voltas – 25.48 (7)
2º lugar: #12 Rodrigo Barreto – 34 voltas – 25.48 (26)
3º lugar: #07 Bruno Almeida – 34 voltas – 25.67 (18)
4º lugar: #06 Edir Maia – 34 voltas – 25.64 (11)
5º lugar: #10 Mauro Jaimovich – 33 voltas – 25.96 (23)
6º lugar: #09 Igor Gomes – 31 voltas – 26.56 (21)
7º lugar: #13 Luiz Yparraguirre – 30 voltas – 25.98 (16)
8º lugar: #11 Jaime  
Boueri – 29 voltas – 26.05 (15)


Ps.: Até amanhã prometo publicar o resumo das outras duas baterias do dia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário