31 de janeiro de 2012

Apuração

Chegou a hora de publicar algo em que venho trabalhando a algum tempo. Um ranking com os 10 pilotos mais velozes de todos os tempos. A escolha não foi minha. Pedi aqui que leitores, blogueiros e amigos ligados ao automobilismo enviassem suas listas com dez nomes. As regras eram simples. Seriam creditados 10 pontos para o primeiro colocado, 9 para o segundo, e assim sucessivamente. 

Confesso que a tarefa não foi das mais fáceis. Além dos milhares de votos a serem contabilizados (e ter de me manter imparcial todo o tempo), resumir estes caras em apenas quatro linhas queimou minha mufa.

Sem muita delonga, vamos ao resultado.


1˚ - AYRTON SENNA (BRA) - 161 GP's

Senna era extremamente rápido nas classificações para pilotar sem esforço nas corridas. Quando não funcionava, mostrava uma velocidade que nem ele saberia explicar de onde vinha. Um jogador de grandes partidas, e um semideus no piso molhado.
2˚ - JUAN MANUEL FANGIO (ARG) - 51 GP's

Pilotar um carro de corrida na década de 1950 não era uma tarefa fácil. Sobreviver também não. A tática de Juan Manuel Fangio para superar isso era simples: ele era agressivo quando precisava e suave quando podia. Seus cinco títulos mundiais são incontestáveis.
3˚ - MICHAEL SCHUMACHER (ALE) - 287 GP's

Talvez sua maior qualidade fosse maximizar tudo o que o cockpit lhe oferecia. Era muito veloz em qualquer condição: circuitos lentos ou rápidos, no seco ou no molhado, num bom ou num péssimo carro, largando de trás ou na pole. Seus sete títulos falam por si só.
4˚ - JIM CLARK (ING) - 72 GP's

Se alguma estatística define a velocidade de um piloto, ela pertence a Jim Clark. São 25 vitórias em 72 largadas. Dono de uma pilotagem elaborada, raramente cometia erros. Algumas de suas corridas entraram para a história, como o GP de Monza de 67 ou Silverstone em 65.
5˚ - NELSON PIQUET (BRA) - 204 GP's

Conhecido acertador de carros, Piquet conseguia extrair tudo o que o equipamento podia lhe oferecer. Era veloz, e bateu praticamente todos os companheiros de equipe que teve. Conseguiu três títulos em uma época de ouro. E isso vale muito.
6˚ - GILLES VILLENEUVE (CAN) - 67 GP's

Sempre foi o mais espetacular, o mais selvagem. Seu sublime controle do carro chegava a hipnotizar. Respeitado por seus adversários, é tido até hoje como um dos maiores. Quando morreu em Zolder ainda havia muito para se mostrar, e um título talvez fosse questão de tempo.
7˚ - ALAIN PROST (FRA) - 199 GP's

Prost era rápido desde o início. Largando na pole e com o carro certo, o francês era praticamente imbatível. Alinhou sem medo contra pilotos já consagrados e só caiu diante de Senna. As temporadas 88' e 89' são pura história, e ele é um dos protagonistas.
8˚ - NIKI LAUDA (AUT) - 171 GP's

Lauda não foi genial somente em 1984. Na época pré-acidente, em meados dos anos 70, brilhou com um March antigo e um BRM até chegar em Maranello e destronar Regazzoni. Era suave, sem medo e sem perdão. Um dos mais velozes que existiu.
9˚ - NIGEL MANSELL (ING) - 187 GP's

Ganhou o apelido de "Leão" por um motivo justo. Suas pilotagens eram caracterizadas por atos de força, coragem e músculos. Poderia ter sido campeão mais vezes se controlasse seu ímpeto e sua inquestionável velocidade. Um dos mais velozes de sua época.
10˚ - STIRLING MOSS (ING) - 66 GP's

Superado apenas por Fangio nos carros com motor dianteiro, não teve concorrentes quando o piloto passou a sentar à frente. Com um estilo clássico e suave, Moss pilotava sem esforço. O acidente em Goodwood encerrou sua carreira antes que pudesse ser campeão.



ALGUNS PITACOS

Sebastian Vettel aparece atrás de Lewis Hamilton, mas à frente de pilotos como Emerson Fittipaldi, Damon Hill, Mika Häkkinen e Jody Scheckter, que juntos somam nada menos do que 6 mundiais. 

Dos pilotos ainda na ativa, Fernando Alonso foi o que esteve mais perto de figurar entre os dez. Ficou de fora por uma posição apenas. Ele aparece à frente de nomes como Ronnie Peterson e José Carlos Pace.

Alguns pilotos sequer foram lembrados. É o caso de nomes como Jacques Villeneuve, Mario Andretti e Jack Brabham. Todos campeões mundiais.


Muito obrigado a todos que toparam a brincadeira e mandaram suas listas. Foi maravilhoso montar este ranking e elaborar esta postagem. Espero que tenham gostado.

3 comentários:

  1. Jaime,

    Uma lista de respeito. Só tem fera!



    abs

    ResponderExcluir
  2. Belo trabalho, garoto!
    A lista ficou de ótima qualidade!
    Abraços!

    ResponderExcluir