29 de fevereiro de 2012

Feito


GP da Alemanha de 1968, em Nürburgring. Uma das vitórias mais lembradas de Jackie Stewart.

Naquela época não havia volta de apresentação. Se largava para o desconhecido. E o que já era desconhecido com pista seca, se tornava impossível debaixo de temporal. Eram nada menos do que 187 curvas, e 13 saltos. E as condições de pista poderiam mudar de uma volta para outra. Coisa de louco.

Stewart venceu depois de largar em sexto lugar. Chegou à frente de gente como Graham Hill, Jacky Ickx e Jack Brabham. Para ser mais exato, quatro minutos na frente de todo mundo. Um verdadeiro feito para aqueles tempos.

A vitória foi especial. Considerada por ele mesmo como a maior de todas. Justamente por ser a sua primeira no inferno verde. Pista que fazia questão de odiar publicamente. Calou os críticos, e mostrou que prudência não é sinônimo de covardia.

Um comentário:

  1. Não tenho certeza, mas acho que nunca houve volta de apresentação e nem da vitória em Nurburg...

    E que bela foto heim?

    ResponderExcluir