22 de julho de 2012

[cobertura] GT's in Rio

(Jura que acabou?) Na despedida de Jacarepaguá, a dupla Rafael Derani/Claudio Ricci levou a Ferrari F458 à sua primeira vitória na categoria. Os irmãos Fábio e Wagner Ebrahim ficaram com o segundo lugar a bordo do Audi R8 LMS, e a dupla Paulo Bonifácio/Sérgio Jimenez fechou o pódio a bordo da Mercedes-Benz SLS.



A largada foi um dos momentos mais polêmicos desta oitava etapa, e contribuiu bastante para a definição do resultado final. A primeira foi abortada por queima. Na segunda, a que valeu, a BMW de Cláudio Dahruj/Cacá Bueno acertou a traseira do Lamborghini de Marcelo Hahn/Allam Khodair na curva Sul. Foi uma baita porrada. Imprudente até. Que acabou por tirar o carro #16 de combate. Não demorou para o carro #0 ser excluído da prova. Os comissários (e todo mundo que estava no autódromo) entenderam que Dahruj foi imprudente na manobra. Marcelo Hahn que o diga. Putasso!

Bom, voltando. Daí pra frente a dupla ferrarista dominou a corrida e soube administrar bem a vantagem sobre o Audi dos irmãos Ebrahim que, mesmo sem o kit Ultra (prometido para breve pela Audi), foi bastante combativo durante toda a prova.

Na GT Premium, a Ferrari de Felipe Tozzo/Raijan Mascarello seguiu com a maré de azar do fim de semana. Depois de largar da pole no sábado e furar o o radiador ainda na primeira volta, vinham dominando  a corrida do domingo até sofrerem com problemas mecânicos e vagar com a Ferrari #15 amarela pela pista. Uma pena. A vitória ficou com a dupla Carlos Kray/Anderson Toso, que repetiu o resultado do sábado, a bordo de uma Lambo LP560.

Na GT4 a vitória ficou com o Lotus Évora de Válter Pinheiro/Leonardo Burti. Mas, acontece que o simpático carro verde foi desclassificado pelos comissários logo após a prova (alguma porra na vistoria técnica, não sei exatamente o que), e a vitória caiu no colo da duplada BMW, Matheus Stumpf/Patrick Gonçalves (que estavam bastante felizes no pódio, por sinal).


Vale destacar o calor, que reinou absoluto neste domingo, castigando carros e pilotos. Só para vocês terem uma idéia, Wagner Ebrahim (claramente desgastado, assim como Cláudio Ricci) declarou na coletiva de imprensa que a temperatura dentro do carro beirava os 70ᵒ.

Aí embaixo, o resultado da oitava etapa do Brasileiro de Grand Turismo:
1º) 3 – R.Derani/C.Ricci (FE, SP/RS), 36 voltas em 50:11.857 (média de 131,97 km/h)
2º) 20 – F.Ebrahim/W.Ebrahim (AU, PR/PR), a 3.033
3º) 22 – P.Bonifacio/S.Jimenez (MB, SP/SP), a 3.952
4º) 1 – V.Brito/Constantino Jr (BM, PB/MG), a 12.571
5º) 7 – P.Bueno/M.Franco (FO, RJ/RJ), a 29.909
6º) 30 – C.Faria/D.Rosa (MB, SP/RS), a 45.678
7º) 63 – G.Figueiroa/J.Campos (LA, PR/PR), a 46.380
8º) 105 – V.Faria/R.Guerra (MB, SP/SP), a 48.265
9º) 46 – C.Kray/A.Toso (LA, RS/RS), a 1 volta
10º) 10 – C.Almeida/P.Ventura (LA, RS/RS), a 1 volta
11º) 18 – F.Poeta/F.Fortes (LA, RS/SP), a 1 volta
12º) 4 – F.Roso/V.Roso (FE, RS/RS), a 2 voltas
13º) 11 – M.Stumpf/P.Gonçalves (BM, RS/BA), a 3 voltas
14º) 21 – F.Greco/V.Rossete (MA, SP/SP), a 3 voltas
15º) 8 – E.Oliveira/W.Freire (FE, SP/SP), a 3 voltas
16º) 12 – L.Cordeiro/V.Genz (BM, SP/RS), a 3 voltas
17º) 57 – S.Laganá/A.Hellmeister (AM, SP/SP), a 3 voltas
18º) 15 – F.Tozzo/R.Mascarello (FE, SC/MT), a 7 voltas
19º) 99 – R.Ricca/C.H.de Mello (PO, SP/SP), a 12 voltas
20º) 75 – H.Assunção/R.Kastropil (LA, SP/SP), a 35 voltas
21º) 16 – M.Hahn/A.Khodair (LA, SP/SP), não completaram a primeira volta
22º) 6 – V.Pinheiro/L.Burti (LO, RJ/SP), desclassificado
23º) 0 – C. Dahruj/C.Bueno (BM, SP/RJ), excluído

Nenhum comentário:

Postar um comentário