22 de setembro de 2012

Puríssimas (1)

(Alguém sabe se é com S ou com C?) Dia de classificação em Cingapura. Um dos não-circuitos mais legais do ano. Deu Hamilton, com um foguete enfiado no... Bem, no carro. Maldonado surpreendeu e foi o primeiro mais lento, meio segundo atrás. Uma eternidade. Vettel, Button e Alonso completam os cinco primeiros. E é o que interessa.

Hamilton, se não deixar ninguém passar por ele, e não fazer nenhuma besteira como bater, ganha. O pupilo de Ron Dennis tem brilhado bastante. Anda valorizando seu passe...

Só tem de lembrar que ao lado dele larga o melhor latino-americano do grid: Maldonado. E esse é sempre uma incógnita. Mas, seja lá o que aprontar, não vai me tirar uma certeza:  o cara pode ser meio despirocado e fazer bobagens. Mas quando resolve andar, ele anda forte! Deve terminar no muro amanhã...

Alonso mais uma vez andou mais do que o carro que tem nas mãos. O circuito é traiçoeiro e, malandro asturiano que é, não deve se arriscar amanhã. Vai somar os pontinhos na dele. Se der pra ganhar, ótimo, se não der, certamente chega na frente de Massa. O que não quer dizer absolutamente porra nenhuma.

Falando nele, fechou os trabalhos deste sábado apenas com o 13º lugar do grid. A desculpa foi a de sempre. Durante o Q2, os pneus traseiros se desintegram no terceiro setor. Só os dele. Enfim...

A sorte de Bruno Senna não foi melhor. O primeiro-sobrinho destruiu a suspensão traseira em um raspão no muro e larga em 17º. Enquanto o companheiro larga na primeira fila. É outro...

A Red Bull (leia-se Vettel), mesmo tendo andado bem nos treinos, não parece ter carro para brigar pela vitória. Pode ser sisma minha, mas os touros indomáveis caíram muito de rendimento desde aquela confusão sobre mapeamento do motor e tal. Sei não.

E foi isso.

A corrida amanhã deve seguir o mesmo roteiro das anteriores por aquelas terras. Traduzindo: vai ser uma merda! Antes de Alonso, eu torço para um Safety Car. Coisa que é quase certa. Deve embaralhar as coisas, abrir possibilidades de estratégia, essas coisas...

Agora, eu vou passear...

Nenhum comentário:

Postar um comentário