26 de novembro de 2012

Vermisst werden

(Ficou ofuscado, injustamente) Dessa vez o maior de todos parou mesmo. Digam o que quiserem, mas Michael Schumacher marcou a minha geração. 

Ter a oportunidade de assistir a grande parte da sua vitoriosa carreira e a todos os seus sete títulos mundiais foi um privilégio.



Não vou repetir tudo de novo. Já escrevi sobre o cara aqui e aqui. Vale a leitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário