13 de fevereiro de 2013

Diamante bruto



Muita gente só lembra de Montoya a partir do "chega pra lá" em Interlagos, sobre Schumacher.

Mas, esqueça a F1.

O cara já barbarizava antes disso. 

O vídeo aí em cima, por exemplo, é de 1998. 

Quinta etapa da F3000, em Mônaco. E vale assistir cada um dos seus 19 minutos para entender o porque de eu achar esse colombiano um dos maiores diamantes brutos que já passou pela categoria...

Um detalhe para quem não se interessou pelo vídeo. Ele cruzou a linha sem o aerofólio dianteiro e com um pneu furado, em Mônaco, disputando posição até a bandeirada.

5 comentários:



  1. Montoya viveu bons momentos na F1, pena que não aguentou o lado business da categoria, que convenhamos é chato pacas.


    abs

    ResponderExcluir
  2. Boueri,

    Pena ele não ter permanecido por mais tempo na F1.

    abs

    ResponderExcluir
  3. Ah, mas o gordinho gostava de jogar tênis, Pena que não sabia já que se quebrava todo.

    ResponderExcluir
  4. O piloto que se classificou em 26º(Christian Horner) é o chefe de equipe da RBR?

    ResponderExcluir
  5. Sim! Christian Horner. Ele mesmo...

    Era um modesto piloto. Andava no fundão, mas não era de fazer lambanças.

    ResponderExcluir