27 de março de 2013

Porque não acreditar?

Bernie Ecclestone declarou ao jornal britânico “The Mail on Sunday” que estaria muito insatisfeito com  a falta de investimento do governo paulista com o intuito de modernizar Interlagos, e que seria uma opção a transferência da F1 para o Rio de Janeiro em 2016. 

Bom, a insatisfação com o circuito paulista não é de hoje. Mas, será que o tio Bernie sabe que Jacarepaguá não existe mais? E, se sabe, será que sabe também que a "cidade olímpica" sequer consegue dar conta das obras de infra-estrutura para os Jogos? 

Será que sabe que os elefantes brancos construídos para os Jogos Pan-Americanos de 2007 - às custas da covarde mutilação de Jacarepaguá - com a promessa de um legado esportivo para a cidade estão abandonados desde então? Sabe que o Estádio Olímpico João Havelange (o famoso "Engenhão") foi condenado por conta de um erro estrutural após apenas 6 anos de sua inauguração? 

Bom, pelo visto não.

Ah Jaime, mas e Deodoro? - indagarão os leigos.

Deodoro não existe! Não existe licença ambiental, não existe projeto de autódromo, e o Exército - então atual dono do terreno - sequer terminou a varredura para "limpar" o local dos artefatos bélicos que utilizou por ali por tantos anos. Ou seja, nada vai acontecer por lá.

E o Aterro de Flamengo? - indagarão outros.

Para quem não conhece, o Aterro é uma das principais vias de acesso ao centro da cidade. Não há a menor infra-estrutura necessária para receber um evento automobilístico por lá. Obras de adequação do asfalto e entrono precisariam ser feitas... Ao custo de que? De (literalmente) parar a cidade por meses?! Já disse aqui que não acredito nem mesmo na realização da Fórmula E por lá, em 2014.

Portanto, existe sim, algo acontecendo nos bastidores. Mas, acredito que seja mais pressão para uma modernização de Interlagos do que algo concreto acontecendo para o automobilismo carioca. 

Infelizmente.

A foto aí embaixo é de fevereiro desse ano, e serve como reposta para o título dessa postagem.
Será que precisaria mesmo eu escrever isso tudo para responder?




Nenhum comentário:

Postar um comentário