8 de abril de 2013

I'm back

(Há tempos que eu não vibrava tanto) Valentino Rossi precisou apenas de uma corrida para mostrar que sim, ainda faz jus à alcunha de "doutor". De volta à Yamaha, o italiano de 34 anos deu um show à parte ontem, na pista de Doha, no Catar. 

Eu vi os treinos classificatórios - em um novo formato, bem legal por sinal - e Rossi não passou de um modesto sétimo posto. Quando cometeu um pequeno erro ainda na largada então, pensei: "- Fodeu! O cara vai apanhar dos garotos".

Que nada. 

Como nos velhos tempos, Valentino saiu da sétima posição e, escalando o pelotão, deixou todos para trás sem a menor misericórdia. Faltando apenas 6 voltas para o final, encostou no grupo que tinha Marc Márquez, Dani PedrosaCal Crutchlow brigando pelo segundo lugar.

O britânico foi a primeira vítima. Na freada para a curva 1, Rossi colocou por dentro, levantou muita areia por estar na parte suja da pista - aliás, quanta areia na porra da pista, viu?! - e fez a ultrapassagem sem maiores problemas. Crutchlow coitado, tentou retardar a freada para se defender e acabou saindo da pista. Não caiu, mas perdeu contato com o grupo.

A próxima vítima seria Dani Pedrosa, que nem esperava ser ultrapassado no ponto onde Valentino arriscou. Na mesma volta, Marc Marquez também foi ultrapassado lindamente.

Mas, não acabou aí.

Marquez - então, o estreante sensação na MotoGP - conseguiu revidar o ataque de Rossi, e assumiu a segunda posição faltando duas voltas para o fim. Só que Valentino não perdoou e devolveu a ultrapassagem na mesma volta, para cruzar a linha em segundo. 

Aí embaixo, o vídeo da ultrapassagem de Rossi sobre os dois pilotos da Honda.


É, a MotoGP promete esse ano, viu?!

Um comentário: