14 de abril de 2013

Made in China [3]

(E chega por hoje) O que falar de Webber, coitado?! Depois de a equipe esvaziar seu tanque na classificação e consequentemente o mandar para a última posição do grid, ainda assim poderia ter feito boa corrida (afinal, tem nas mãos um carro tricampeão). Mas não.

Inventaram uma tática maluca de trocar os pneus com apenas uma volta completada. Essas estratégias que só engenheiros entendem... Mas, vai que dava certo?! Só que não avisaram ao Mark. Ele voltou para a pista achando que tinham sacaneado ele de novo e resolveu acertar o primeiro Red Bull que viu pela frente.

Só que esse Red Bull era a Toro Rosso de Vergne.

Arrebentou o bico, teve de ir para os boxes trocar, aproveitou para calçar pneus novos e aí, quando saiu... A roda traseira direita ganhou vontade própria e o ultrapassou. É, saiu do carro mesmo. Só restava ao canguru abandonar. "Mark, your tire is fasther than you" parodiou Vettel quando soube da história toda. É o que dizem.

Agora, falemos de outro que poderia ser uma paródia.

Pra mim, foi uma farsa desde sempre esse tal de Perez. Vendeu o peixe com umas boas corridas pela Sauber e a McLaren comprou. Só que o peixe estragou! Se antes o garoto tinha a desculpa do "carro ruim" para justificar as pífias apresentações.... Seu companheiro vaga-lume vem melhorando. Tanto, que arrancou um quinto lugar hoje. Sabe-se lá de onde, mas arrancou.

Sobre vaga-lume Button, como previ ontem e disse aí em cima, teve sua corrida "acesa". Não tinha carro em nenhum momento, mas soube cuidar e limpar bem dos seus pneus, andando no pelotão da frente enquanto pôde. Conseguiu um quinto lugar que, para a atual condição da McLaren, é quase uma vitória.

Falando em Button, outro que fez boa corrida foi Ricciardo (uau!), com um sétimo lugar, deixando muito gente com carros melhores pra trás. Hulkenberg é um deles, que apesar de ter acompanhado Vettel e até liderado a prova por algumas voltas, sucumbiu aos pneus e conseguiu um mísero pontinho.

Merecia mais, o incrível Hulk.

Outro que sucumbiu à borracha desfarelante (ou seria esfarelante?) foi Felipe Massa. Aproveitou-se bem da engasgada de Raikkonen na largada para pular para a terceira posição, e acompanhar Alonso na caçada à Hamilton. Quando Alonsito passou o mercêdico, lá foi o brasileiro atrás (numa baita manobra, aliás).

Mas foi só.

Depois da primeira parada, limitou-se às brigas no meio do pelotão (em especial com o forceíndico Di Resta) e terminou em um modesto sexto lugar. Vem fazendo boas apresentações e somando pontos importantes para a Ferrari, mas é bom que não seja vítima da - já esperada - escalada de Alonso como das outras vezes.

Agora, não esperem que eu fale de Catheram, Marussia, Williams, Gutierrez, Eduardo Paes, Marco Feliciano e essas outras merdas, ok?! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário