24 de abril de 2013

Made in China [virtuais]

(A transmissão melhorou muito) No último sábado tive mais uma etapa virtual. A ultima dessa primeira temporada (corremos três durante o ano). Como acompanhamos o calendário da F1 real, a pista da vez foi o circuito de Shangai, na China.

E desde os treinos livres que não me entendi com a maldita curva 1. Tentei entrar aberto e fechar, entrar fechado e abrir, fazer uma tangência única, reduzir marcha no meio, antes, depois, não reduzir... Porém, nada funcionava!

Com isso, confesso não estava muito confiante de um bom resultado não.

Mas, por incrível que possa parecer, na classificação eu acertei as duas voltas rápidas a que temos direito. Na primeira, fui conservador, apenas para garantir tempo. E na segunda, arrisquei um pouquinho mais e cravei o sétimo tempo (até um pouco à frente de onde eu imaginava largar mesmo).

O que a concentração não faz?!

Na largada, quase fui o recheio de um sanduíche, mas consegui me livrar de toques, e fiquei confortável ali em oitavo. Larguei de pneus macios e tinha um carro rápido. Então, não foi difícil acompanhar a turma da frente (que trocou bastante tinta, aliás).

No final da segunda volta eu já ocupava a quinta posição, e tinha carro para superar o Julio Roriz e o meu companheiro de equipe Daltton Lima (ambos brigavam exatamente na minha frente). Não demorou. Passei o Daltton na última curva da segunda volta, e o Roriz na curva seguinte.

Porém, na mesma curva que fiz a ultrapassagem, perdi a traseira do carro  - não sei se por conta dos pneus ainda frios ou por erro meu mesmo - e dei um passeio na grama. O prejuízo não foi dos maiores, uma vez que voltei exatamente atrás dos dois que havia acabado de passar.

Na volta seguinte, a mesma tática. Entrei na reta principal embutido nos dois, e tinha tudo para tentar a manobra. Só tinha. Porque dessa vez a maldita curva 1 me cobrou um preço mais alto. Rodei sozinho. Parei na grama e tive de manobrar para voltar.

Voltei em nono lugar. Porém, virtualmente em sétimo. Pois apesar da rodada, eu ainda tinha um carro bem rápido, e estava próximo do Marcio Carvalho e do Carlos Duarte no final da volta 6. Pensei até em arriscar uma ultrapassagem na mesma curva 1, mas só ameacei e recolhi o carro.

Ainda bem, viu?!

Carlos Duarte rodou bem na minha frente e ficou parado no traçado externo da curva 1 (onde eu estaria se tentasse passar). O Márcio Carvalho - que retardou a freada por conta da minha ameaça - não teve como evitar o carro do Duarte. Ou seja, passei os dois sem perder muito tempo.

Mesmo virando em ritmo de classificação a cada volta, consegui me arrastar os pneus macios até a volta 10 (ou 9, acho), pois a minha estratégia de parar duas vezes não funcionaria mais. Parei sem problemas nos boxes, coloquei os pneus de pau e rezei para eles aguentarem até o final.

Daí pra frente andei sozinho. Muitos dos pilotos que estavam na minha frente pararam uma segunda vez e eu ganhei essas posições. Em dado momento apareci em quarto lugar e sem precisar parar de novo...

Nada mal para quem rodou na pista e perdeu sei lá quantos segundos.

Mas não estava garantido. O Ricardo Alves - que largou se não me engano em segundo, e estava voando durante toda a prova - saiu da sua segunda parada atrás de mim, e virando tempos incrivelmente rápidos.

Meu dilema era tentar responder virando o mais rápido que eu conseguisse - com pneus duros, lembrem, que eu estava rezando para aguentarem até o final - e não deixar que a pressão me fizesse cometer um erro besta.

Mas consegui resistir. Milagrosamente, diga-se. Isso porque o Ricardo cruzou a linha a míseros 0.442 da minha asa traseira. Ou seja se tivesse mais 500 metros de corrida, ele me passaria de passagem. Ainda bem que não tinha.

Aí embaixo coloquei o vetê da etapa, para quem quiser assistir. Pela transmissão mesmo, dá pra ver isso tudo que eu narrei aí em cima.

Um comentário:

  1. Olá amigo Boueri.
    Me falta coragem para correr on line mas acho muito legal.
    Tenho um blog sobre o tema.
    www.virtualbongasat.blogspot.com

    Abraços....

    ResponderExcluir