22 de abril de 2013

Meteoro espanhol

(Onde vai parar?) O garoto aí da foto escreveu história ontem, na etapa de Austin da MotoGP. Pra quem não conhece, trata-se da sensação Marc Márquez (que tem apenas 20 anos, diga-se), que faz sua estréia esse ano na categoria principal.

Se na abertura da temporada o jovem espanhol já havia mostrado personalidade ao duelar com Valentino Rossi, ontem ele foi além. Fez a pole, e venceu a corrida texana de forma convincente. De quebra, tornou-se o piloto mais novo a vencer uma etapa da categoria principal, diga-se.

E não, não foi uma vitória circunstancial. Foi no braço! Ou, como dizem os entusiastas, no manete. Ou sei lá como se diz...

Apesar de ter largado na pole, Márquez perdeu a ponta ainda na primeira curva para o companheiro de equipe Dani Pedrosa. Mas, ao contrário de qualquer estreante naquelas condições, o rapaz não se afobou em nenhum momento, e passou a perseguir e cozinhar o companheiro com a maior frieza do mundo.

Impressionante!

Quando Pedrosa cometeu um pequeno erro - quase imperceptível, diga-se - lá estava Márquez para dar o bote. Certeiro. Depois disso, Pedrosa bem que tentou dar o troco, mas sucumbiu à velocidade do jovem conterrâneo.

E foi isso.

Porque a corrida foi bem mais morna do que a do Catar (mas, ainda assim uma corridaça), mavaleu para vermos os primeiros passos do que parece ser mais um grande nome da MotoGP. Capaz sim, de desbancar Pedrosa na Honda, e ofuscar o retorno de Valentino Rossi à Yamaha.

A temporada promete.

Nenhum comentário:

Postar um comentário