29 de maio de 2013

Montoya

Alguém lembra desse cara aí de cima?

Pois é.

Na minha opinião, Montoya foi um dos maiores talentos que a F1 já viu nos últimos tempos.

Mas, alguém lembra realmente dele?

Lembram que logo na terceira etapa de sua temporada de estréia - em Interlagos, 2001 - o colombiano protagonizou uma ultrapassagem em cima de Michael Schumacher no 'S do Senna'? Uma ultrapassagem que, foi tão irresponsável e desmedida quanto bonita.

E isso foi só o começo.

A rivalidade com o alemão da Ferrari se seguiu, protagonizando batalhas igualmente fantásticas- para nós, espectadores - de se ver. O vídeo aí embaixo aliás, resume grande parte delas.



Agora, imagina se todos esses lances fossem repreendidos na época? Imagina se não tivessem sequer existido.

Pois é. 

Se Montoya estivesse na Fórmula 1 atual, certamente receberia o mesmo número de punições e/ou críticas que um Grosjean ou um Pérez recebem. Quando acertasse, seria tachado de arrojado. Porém, quando errasse, lhe restaria a alcunha de desleal.

É claro que o talento do colombiano está acima - muito acima, aliás - do que o dos dois supracitados. Mas, não sejamos hipócritas: Montoya fez muita besteira também.

Enfim.

Meu apelo é para que deixem os caras correrem!

5 comentários:

  1. Deixar correr é beleza. Mas só ai neste vídeo já dá para perceber que ele era realmente desleal.
    O rótulo de Dick Vigarista foi para o cara errado.
    Porém, o gordinho teve o que mereceu. Está lá no WWE do automobilismo.

    ResponderExcluir
  2. Marcelo de Castro29 de maio de 2013 22:41

    O cara peitava o alemão e se tornou um dos poucos que eram respeitados pelo Schumy.
    Até concordo com as punições, mas só se a merda for muito grande. Parece que os caras querem uma fila indiana em cada corrida...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, infelizmente é o que parece com tantas punições, comissários, puxões de orelha e eticéteras... Não concordo. Sobre o Montoya, não acho que seja alguém tão respeitado pelo Schumacher não.

      Excluir
  3. Infelizmente, ele foi um desperdício na F-1.

    Poderia ter ficado mais uns anos, tinha convite da Red Bull para 2007, mas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jobson... Esse convite foi numa época em que além dele cogitaram o retorno do Häkkinnën, até. Puro marketing.

      Excluir