25 de junho de 2013

Acabou

(E o último que apague a luz) Foi veiculada hoje a notícia de que o Autódromo de Curitiba pode vir abaixo para dar lugar a condomínios de luxo.

Exatamente o mesmo fim de Jacarepaguá - único autódromo, junto com Indianápolis, a sediar etapas da Fórmula 1, Indy e MotoGP - que foi destruído sob pretexto da construção de equipamentos para as Olimpíadas de 2016, mas que na verdade será dado de bandeja às construtoras após os Jogos.

Junto com a notícia de Curitiba, li a manifestação de alguns pilotos pelo facebook de que "isso é um absurdo", "temos de fazer alguma coisa", "o automobilismo brasileiro está acabando" e outras coisas do tipo...

Engraçado.

Enquanto Jacarepaguá era destruído, não vi muitas manifestações, salvo um ou outro piloto carioca de grande visibilidade. E mesmo assim, achei que poderiam ter feito muito mais do que fizeram.

Mas, calaram-se todos.

Fizeram exatamente o que vão fazer pela pista de Pinhais.

Simplesmente porque não há mais pilotos que vivam deste esporte no Brasil. Em geral, são todos empresários endinheirados que têm como hobby acelerar pelas poucas - e precárias - pistas do país. E quando não houver mais lugar para correr por aqui, eles correrão lá fora, como muitos já fazem.

As equipes e categorias existentes por aqui são bancadas por empresas - incluem-se aí as emissoras de tevê - que só estão na brincadeira porque ainda há lucro e, pouco se importam com quais os rumos que essa parceria suja está tomando.

Enquanto estiverem todos levando a sua fatia do bolo, está tudo certo.

Claro que há exceções.

E esse é o problema.

A essência do automobilismo no Brasil é formada hoje por exceções e minorias.

Mas eu já falei muito sobre isso aqui, basta ler aí embaixo.

Foda-se a história, foda-se o esporte e foda-se quem vive disso e ainda acredita que o automobilismo brasileiro não acabou. Esse parece ser o pensamento dos atuais gestores do esporte a motor no Brasil.

2 comentários:

  1. Jaime,

    O automobilismo brasileiro caminha a passos largos para o buraco. Penso que será tão fundo que não sairá nunca mais, não com essa gente no comando!

    abs

    ResponderExcluir
  2. O Autodromo de pinhais ele é privado, e como a cidade aos poucos ta chegando la...tanto que de tanta conurbação quase ja nao da mais pra perceber a separação de pinhais e curitiba quando se vai ao glorioso AIC.
    Espero que os donos, pessoal do grupo Inepar nos deem mais alegrias, mais eles proprios ja anunciaram, que se arrematarem a area por um valor que realmente valha, esta vendido...uma pena, e como tambem o periodo de arrendamento do autodromo termina fim do ano que vem, acho que pode ser o fim de uma pagina gloriosa e muitas alegrias...la se vai o AIC :(

    ResponderExcluir