13 de julho de 2013

Ari Vatanen



Ari Vatanen com o Peugeot 405, em 1990. 

Na época em que a subida Pikes Peak era coisa de macho, mesmo. Com o circuito inteiro de terra, sem guard-rails, sem controle de tração, sem "ajudas" do carro, tendo até de tampar a luz do sol com uma das mãos...

Sem desmerecer o feito de Sebastian Loeb há alguns dias, mas o que aparece a partir do 2m58s é coisa de doido varrido, e jamais será superado com o traçado todo asfaltado de hoje em dia. 

O Heberton Eduardo mandou por e-mail.

Nenhum comentário:

Postar um comentário