9 de julho de 2013

Educando



(Deixo bater) Se eu tivesse um caminhão, faria o mesmo. Simplesmente porque tenho um ódio mortal desses espertinhos que ultrapassam onde não pode (e geralmente onde não dá, também) e contam com a "boa vontade" de quem estiver no caminho.

Não sei onde foi, mas essas coisas sempre acontecem na Rússia.

Um comentário: