29 de agosto de 2013

Números

Avulsas da temporada de 1998.

Uma das melhores temporadas que eu vi até hoje.

A McLaren renascia nas mãos de Mika Häkkinen, graças ao carro projetado por Adrian Newey. Mas não foi fácil. Afinal, a Ferrari de Schumacher e Ross Brawn tentava a qualquer custo acabar com o jejum de títulos de Maranello.

Foram batalhas épicas.

Inesquecíveis.

Mas, espera aí.

Adrian Newey continua projetando carros por aí, não? E Ross Brawn? Também continua tentando reorganizar e estruturar a Mercedes... Os resultados desta temporada mostram que os prateados enfim aprenderam a vencer.

Porque não ir além?

Ainda mais quando em 16 títulos mundiais desde o de Damon Hill em 1996, somente dois não foram conquistados por estes dois nomes (no caso, o bicampeonato de Alonso com a Renault). Enquanto Newey esteve à frente dos times campeões em 1996, 1997, 1998, 1999, 2010, 2011 e 2012, Ross Brawn esteve presente nos títulos de 2000 até 2004, além dos mundiais de 2007 e 2009.

Portanto, enquanto muitos falam do início da "era Vettel" (e é inegável o talento do garoto), eu prefiro dizer que ainda vivemos na era Newey/Brawn. E por mais que no próximo ano as mudanças de regulamento possam produzir grandes mudanças, essa Era parece longe de ter um fim...

Não sou eu quem diz isso.

São os números.

2 comentários:

  1. Na primeira foto tem uma Beneton em posição delicada hehehehe

    Mas até você com esta história de era Newey?
    O homem está na F1 a trocentos anos. Já passou por Jaguar, Williams, Mclata...

    A era é Vettel, não dá pra desmerecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa foto da Benetton praticamente ao contrário é fantástica mesmo!

      Mas em relação às "eras", não estou desmerecendo o talento e os feitos de Vettel não. Por mais que eu não simpatize com o garoto, é inegável que grande parte das conquistas são graças a ele mesmo...

      Mas não dá para desconsiderar o trabalho/talento do Newey também...

      Excluir