21 de agosto de 2013

O preço da exclusividade

(Linda demais) A Ferrari aí em cima é um dos 10 exemplares da 275 GTB/4 Spyder, com a configuração NART - que permitia o uso nas ruas e em autódromos - feitas no mundo, e foi arrematada anteontem na Califórnia por US$ 27,5 milhões (algo em torno de 66 milhões de dilmas).

É o segundo valor mais alto pago por um carro no mundo, perdendo somente para os US$ 29,6 milhões (cerca de R$ 71 milhões) pagos pela Mercedes-Benz W196 que Fangio utilizou na Fórmula 1 de 1954.

Pra quem quiser, aqui tem a história toda, além de algumas fotos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário