15 de outubro de 2013

Falta tudo

(E não é pouco...) Não é de hoje que a transmissão oficial da Fórmula 1 recebe críticas por aqui. Por aqui, digo, no Brasil. Pois bem. Depois da repercussão do "Chupa Alonso" dito no último sábado, durante a reprise do treino da Fórmula 1 no Japão pelo SporTV, me senti na obrigação de resgatar um texto que eu havia escrito - e deixado de lado - falando sobre o grid walk de Cingapura. Encaixou direitinho. Aí embaixo, um trecho:


A Globo vêm ao longo dos anos praticando o que chamo de “patriotismo idiota”. Ou seja, qualquer esporte onde houver brasileiros vencendo, ela transmite. Pifiamente, diga-se. É assim com o vôlei de praia e o futebol de areia. Esportes dos quais só nos lembramos quando vemos as finais em alguma manhã de domingo. E aí, quando o Brasil ganha de 20145829483 a 0 de alguma seleção mequetrefe no futebol de areia, a tevê nos induz a pensar “Oh! Somos os fodões no futebol de areia. Somos os fodões no esporte…”.
Não, não somos.

Para ler a íntegra, basta clicar aqui.

3 comentários:

  1. Larga de ser ranzinza. O dizer "chupa alonso" é dever de todo ser vivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Groo, a crítica não foi direcionada exatamente ao "convite" (digamos assim) do narrador, e sim à forma como a Globo vem fazendo as transmissões (especialmente da F1.

      Mas, falando do "Chupa Alonso", uma coisa é você usar a expressão numa conversa de bar, entre amigos, ou assistindo à F1 na TV, em casa... Outra (completamente diferente) é você usar isso n'uma transmissão em rede nacional!

      Excluir
  2. Patriotismo idiota com propriedade. Viraram PhD no assunto.
    Sei lá, a gente deixar escapar uma dessa (eu não deixaria, pois a expressão pra mim é uma das piores que existe) vá lá. Mas na tv, é simplesmente o cúmulo da imbecilidade.
    Gostei do texto! ^^
    Abs!

    ResponderExcluir