26 de outubro de 2013

Já é Deli [1]

(O que é que a Índia tem?) Vettel e Webber em primeiro e segundo nos dois treinos livres de ontem, em Buddh. Hoje de manhã, o alemãozinho enfiou 0s752 no segundo colocado, Rosberguinho. Hamilton, o outro mercêdico, larga em terceiro, a 0s822, ao lado de Webber, o quarto, a 0s928 do tempo do companheiro. Felipe Massa larga em quinto (oh!), seguido de Räikkonën, Hulkenberg, Alonso, Pérez e Button.

Deve vencer amanhã de novo, o Vettel. Assim como fez nas duas corridas já disputadas na terra de Ghandi. Portanto, assim como Graham Hill em Mônaco, Fffffêttel pode ser coroado rei da Índia. Ou, Mister Buddh.

Enfim.

Confesso que não vi o treino, mas li que Grojã se estrepou com a estratégia e foi degolado ainda no Q1. Vai largar em 17º, coitado. Com isso, vai ser interessante a corrida do garoto, que conta atualmente com o segundo carro mais rápido do grid em situação de corrida. Hulkenberg, o incrível, fez bom treino, de novo. Larga em sétimo.

E foi só, acho. O que mais comentar? Que o francesinho Jules Bianchi foi o melhor dos piores? Enfiando 1s168 em Max Chilton, seu companheiro de equipe, com o mesmo carro? Não, né? Não é novidade. E, convenhamos, quem liga para as Marussias?!

Ah, tem o campeonato!

Vettel deve fechar a fatura, também. Afinal, todo mundo já sabe que a bagaça acabou faz tempo, mas ninguém deixa de falar disso por conta das "chances matemáticas". Não há, chances, gente! Para continuar sonhando, Alonsito - que larga em oitavo, apostando numa estratégia diferente, com pneus de pau - teria de vencer a corrida (ou chegar em segundo, no mínimo) e torcer para Vettel sequer pontuar.

Não vai acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário