7 de novembro de 2013

Adelaide, 1993

(No auge) Hoje faz 20 anos da última vitória e o último pódio de Ayrton Senna na Fórmula 1. Foi em Adelaide, Austrália, então última etapa daquela longínqua temporada de 1993. Curiosamente, este foi também o último pódio e a última corrida de Alain Prost, que encerrava a carreira na Williams, tendo conquistado o tetra duas corridas antes, no GP de Portugal.

Não bastassem essas coincidências, Senna puxou Alain para o degrau mais alto naquele pódio, em um momento que ficou marcado como uma espécie de "bandeira branca" entre os dois. Faziam as pazes, enfim, numa belíssima demonstração de respeito mútuo. 

Ayrton já tinha assinado com a Williams para 1994. Assumiria o lugar deixado pelo rival nos carros azuis "de outro planeta" em busca do seu quarto título. Infelizmente, o desfecho dessa história todos nós sabemos...

Mas, voltando ao pódio. Pra mim, o fato mais significativo dessa corrida...

Costumo dizer que, talvez, Senna não tivesse sido o fenômeno que foi se não tivesse enfrentado o desafio de ter Alain como companheiro. Assim como, é inegável que parte da grandiosidade de Prost deve-se ao fato de ter tido Senna como seu principal adversário.

Dois grandes pilotos que se completavam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário