24 de novembro de 2013

Pingos de Interlagos [2]

(Surpresos?) Vettel na pole, pela nona vez na temporada, e 45ª vez na carreira. Enfiou 0s7 no resto a turma, hoje. Amanhã, faça chuva ou faça sol, deve ganhar mais uma. Se ganhar, mesmo, iguala os recordes de 13 vitórias n'uma mesma temporada e 9 vitórias consecutivas, ambos pertencentes a Schumacher, que em 2004 era tão impressionante de Ferrari quanto Vettel é hoje, de Red Bull.


Mas, falemos da classificação.

É impressionante esse tempo de Interlagos, não? Ainda no Q1, bastou acender a luz verde para a chuva começar a cair. Chovia fraquinho ainda, mas, na dúvida, era melhor ir pra pista e garantir logo um tempo. Hamilton foi o primeiro a fazer isso, e terminou a sessão na ponta, com o 1m25s342 da sua primeira tentativa. Vettel foi o segundo, acho. Mas não acho que valha a pena ficar comentando os tempos no Q1 e Q2. Só quem foi degolado, mesmo.

Nessa parte, da degola, não teve nenhuma surpresa no Q1. Afinal, quem é ruim com pista seca, tende a ser pior ainda com pista molhada. Falo dos carros, ok? Os nanicos Chilton, Bianchi, Van der Garde e Pic, ganharam a companhia dos horrorosos Guti-Guti e Maldonado. E nesses dois últimos casos, o "horrorosos" é para os pilotos mesmo, já que seus companheiros passaram.

No Q2 a chuva aumentou consideravelmente, e o corre corre para conseguir um tempo foi mais frenético. Primeiro, todos os pilotos saíram com pneus de chuva, mas logo a chuva diminuiu de novo e a pista "melhorou"o suficiente para que Grojã arriscasse sair com os pneus intermediários. Deu certo. Cravou o melor tempo, enfiando 1s em Vettel. Daí o corre corre recomeçou para voltar aos boxes, colocar os verdinhos e marcar um tempo antes que a chuva aumentasse e novo.

No fim das contas, Grojã ficou com o melhor tempo, mesmo, seguido de Vettel, Alonso (!), Rosberg, Hamilton, Webber, Massa, Ricciado, Vergne e Hulkenberg, o incrível. Os degolados da vez foram Kovalento (por míseros 0s015), Di Resta, Bottas, Perez - que estampou o muro no fim da sessão, com o cronômetro já zerado - Button e Sutil.

Antes do Q3 começar, o toró caiu e vez, e a classificação atrasou pra cacete. Disseram que era por causa do carro do Pérez, depois, que era por conta da baixa visibilidade, e por último, que era por causa da chuva mesmo.

Chovia pacas, mesmo. Mas, pombas, pra que servem os benditos pneus de chuva?

Demorou uns 50 minutos pra bagaça começar, e quando começou, deu o que todo mundo já esperava. Vettel cravou o melhor tempo ainda no início da sessão e lá ficou até o fim. 1m26s479, foi o tempo. Um ou outro até chegou perto, mas nada a ponto de ameaçar a pole. Até porque o "perto" nunca foi menos de 0s5 do tempo do alemãozinho. Uma eternidade.

A ordem de largada amanhã, portanto, é a seguinte: Vettel, seguido de Rosberg, Alonso, Webber, Hamilton, Grojã, Riccardão, Vergne, Massa e Hulkenberg.

Torço, sinceramente, para um pódio com Webber e Massa. Seria legal, pelo que representa essa corrida na vida dos dois. Mas, claro, vai ser bem difícil de acontecer. Mais no caso de Massa do que para o Webber, que se não for sacaneado pela equipe deve chegar no pódio sem maiores problemas.

Vamos ver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário