12 de dezembro de 2013

Confirmado: Sergio Pérez na Force India

Sergio Pérez acaba de ser confirmado como piloto da Force India para 2014, ao lado do alemão Nico Hulkenberg. Com isso, é praticamente certo que Paul Di Resta e Adrian Sutil não continuem na categoria. O primeiro deve voltar a correr no DTM, pela Mercedes, já o segundo... Sei lá. Talvez sobre uma vaguinha na Sauber ainda. Vai saber.

Mas, voltando...

É uma boa dupla, essa da Force India. Gosto do mexicano. Tanto ele quanto Hulkenberg são jovens, velozes e competentes. Não há dúvidas de que com o carro certo, podem incomodar. Ambos já fizeram isso na Sauber, diga-se. A diferença entre os dois está no fato de que Hulk anda em alta, depois de boas performances com uma Sauber capenga, enquanto Pérez saiu mal falado da McLaren, mesmo sem culpa alguma por ter caído de paraquedas na carroça da McLaren.

Mas é bom que se pondere o seguinte: o devorador de burritos não fez feio não. Somou 41 pontos, tendo como melhor resultado um quinto lugar, conquistado na Índia. Tudo bem que bateu aqui e ali, é verdade. Mas, para efeito de comparação, Button somou 61 pontos, e teve como melhor resultado um quinto lugar também, na China.

Pois bem.

Sobre o mercado de pilotos, restam as duas vagas da Sauber (que teoricamente são os melhores assentos agora), as duas da Catheram e uma na Marussia, ao lado de Jules Bianchi. E ainda estão na briga o russo Sergey Sirotkin (mais conhecido como fantasminha camarada), Chilton, Guti-Gutierrez, Kovalainen, Pic(a) e Vanderlei, além de Felipe Nasr e os ex-forceíndicos Sutil e Di Resta.

Aí embaixo, um panorama da coisa. Em negrito, os confirmados, e em itálico as possibilidades.

Red Bull: Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo
Mercedes: Lewis Hamilton e Nico Rosberg
Ferrari: Fernando Alonso e Kimi Räikkonën
Lotus: Romain Grosjean e Pastor Maldonado
McLaren: Jenson Button e Kevin Magnussen
Force India: Nico Hulkenberg e Sergio Pérez
Sauber: Sergey SirotkinEsteban Gutierrez, Adrian Sutil, Felipe Nasr
Toro Rosso: Jean-Éric Vergne e Daniil Kyvait
Williams: Felipe Massa e Valtteri Bottas
Marussia: Jules Bianchi e Max Chilton
Catheram: Heikki Kovalainen, Charles Pic, Giedo van der Garde

2 comentários:

  1. O moleque merece. Tomara que a Force India faça novamente um carrinho "honesto" como tem feito desde 2009. Com esta dupla certamente darão muito trabalho lá na frente também. Olho na equipe do Sr. Vijay !
    Um abraço,
    Danilo Candido.

    ResponderExcluir
  2. É... Não vai ser ainda que ele vai provar que a McLaren errou ao lhe dar um pé na bunda.

    ResponderExcluir