11 de fevereiro de 2014

BRasil lá

Parece que a Petrobrás fechou - ou vai fechar, em breve - uma acordo técnico com a equipe Williams de F1, de novo. Sim, de novo. Para quem não lembra, o nosso BR estampou as carenagens e abasteceu os carros do tio Frank entre 1998 e 2008.

O contrato não está assinado ainda. A Williams não confirmou, enquanto a Petrobrás disse que ainda analisa as cláusulas do contrato, que inicialmente é de três anos, e exclusivo para fornecimento de gasolina, óleo de motor e de câmbio, apoio técnico nas pistas e desenvolvimento contínuo com a Mercedes. Um detalhe: no documento não há qualquer menção à obrigatoriedade de pilotos brasileiros no time.

Quem banca a notícia é o jornalista Américo Teixeira Jr., do Diário Motorsport.

Curiosidade.

Nesses 10 anos da antiga parceria, ambos trabalharam com os motores Renault (ou Mecachrome, nome horrível) entre 1998 e 1999, BMW, de 2000 a 2005, Cosworth em 2006 e Toyota em 2007 e 2008. O Mercedes de 2014 será, portanto, o quinto motor diferente.

Aguardemos.


ATUALIZAÇÃO: Duas coisas. Uma: o Banco do Brasil também será patrocinador da Williams, o que, em tese, explica Felipe Nasr no posto de terceiro piloto da equipe. Duas: pelo que li por aí, o anúncio oficial da parceira coma Petrobrás deverá ser feito no dia 18, no Rio.

Um comentário: