14 de abril de 2014

A bola da vez

Mudanças em Maranello.

Domenicalli caiu hoje de manhã.

Ponto para Alonso.

Afinal, Domenicalli foi um dos cabeças do plano que resultou no retorno de Räikkönen à Ferrari. Ou, o "salvador da pátria", como o próprio Alonso já chamou o finlandês.

Para o cargo de diretor esportivo entra Marco Mattiacci, que até então era presidente e administrador geral da Ferrari North America, com passagens anteriores pela América do Sul, Oriente Médio e Russia, sendo sempre bem sucedido.

Um homem de negócios, vale lembrar, com zero de experiência em corridas.

Mattiacci terá uma longa jornada de aprendizado e desafios pela frente, com a tarefa de domar dois campeões mundiais em uma equipe tradicionalíssima, em crise, e com um carro visivelmente mal nascido.

Daí o título do post.

Passa a ser ele a bola da vez.

Isso porque a dança das cadeiras pode até dar certo. Mas pode dar muito errado também.

Assim como aconteceu com Domenicalli, pode - e certamente vai - recair sobre ele a culpa por uma série de erros da Scuderia.

Ah, outra coisa!

Esse movimento, embora esperado, deixa claro que 2014 é um ano perdido para a Ferrari.

Mais um.

3 comentários:

  1. Foi fritado.
    E é o que menos tem culpa nesta parada toda de ruindade do time.
    Ele não pilota, ele não projeta

    ResponderExcluir
  2. Blogs italianos falando na tentativa de trazer Berger...para o lugar de Domenicali .

    ResponderExcluir
  3. escolheram o Domenicalli como "boi de piranha"...


    vejamos quem os italianos vão colocar em seu lugar...

    abs...

    ResponderExcluir