25 de maio de 2014

Por pouco

(Muito pouco!) Já adianto que não vi a corrida toda. Afinal, 200 voltas sem tirar de dentro não há quem aguente. Vi as 70 primeiras, e depois, acordei faltando umas 50 pro final. É o que interessa ver, no fim das contas. Mas faltando 36, quando a coisa estava começando a ficar boa... Pimba! A Band caiu na TV a cabo daqui de casa, e, pelo segundo ano consecutivo eu não vi o final da corrida. 

Falando dos brasileiros, Tony Kanaan teve problemas logo no inicio. Chegou aos boxes sem combustível, na banguela, e a equipe demorou uma eternidade para religar o carro. A esperança de repetir a vitória do ano passado foi pras cucuias ali.

Mas Helio Castroneves estava bem. Andou o tempo todo ali na frente, entre os 5 primeiros, e no fim da corrida faltou pouco. Ryan Hunter-Reay venceu por meio carro. Exatos 0s060, a diferença entre os dois. Uma das mais apertadas da história. Coisa de louco!

(vou procurar o vídeo das voltas finais pra pingar aqui. Pela foto aí em cima, foi espetacular)

E a vitória foi merecida, também. Ninguém ganha Indianápolis por acaso.

Um comentário: