12 de junho de 2014

Toyota em xeque

(Ferrari, é você?) Polêmica em Le Mans! Após uma queixa conjunta de Audi e Porsche, os freios "brake by wire" dos Toyota TS040 foram considerados ilegais. 

Explico.

O dispositivo funciona como se fosse um freio eletrônico, controlando o equilíbrio entre os freios dianteiro e traseiro por computador, dependendo da aderência da pista, evitando que as rodas travem n'uma frenagem, por exemplo.

É mais ou menos como acontece na Fórmula 1. Se um piloto chega n'uma curva e na frenagem "sente" o carro travando as rodas traseiras, na próxima vez que ele chegar à essa mesma curva, ele jogará o balanço para a frente, certo? Mas aí é que está a malandragem! Caso ele faça isso e as rodas dianteiras travem, o sistema alivia a pressão, e automaticamente passa parte do balanço para as rodas traseiras.

Tomando como base o regulamento da categoria LMP1, temos o seguinte:

O artigo 14.1 estabelece que "a única conexão permitido entre os dois circuitos é um sistema mecânico para ajustar o equilíbrio de força de frenagem entre os eixos dianteiro e traseiro", embora o artigo 14.7 diga que "para veículos com uma Kinetic ERS, um sistema de travagem específica é permitida".

Em tempo, o artigo 14.7.1 diz que "um sistema que está em conformidade com os regulamentos LMP1 não pode: ter qualquer tipo de ajuste do balanço para compensar automaticamente o disco / desgaste das pastilhas ou bloqueio das rodas".

Ou seja, na teoria, a trapizonga nipônica é mesmo ilegal.

O fato é que os japas realizaram uma modificação de ultima hora hoje, antes do início das atividades de pista, mas divulgaram uma nota confirmando que seus TS040 correrão Le Mans com a mesma configuração utilizada nas etapas de Silverstone e Spa-Francorchamps (estas duas, faturadas pelos próprios japas).

Vamos ver como vai ficar isso...

Nenhum comentário:

Postar um comentário