5 de agosto de 2014

Na estoque

Barrichello venceu a corrida milionária no domingo.

Não vi a prova, apenas o VT das voltas finais, por isso o post só saiu hoje, em plena terça-feira.

A briga com Thiago Camilo - bem mais experiente no que diz respeito à jabiraca estoquiana - durou até a bandeirada, foi bonita, e valorizou ainda mais a vitória de Rubens, que já tinha feito a pole.

No pódio, vibrou como se vencesse pela primeira vez na carreira, e isso foi bacana também.

Que venham mais vitórias...

Aproveitando.

Não vejo com bons olhos o sistema de pontuação, as regras de pit stops, essa invenção de rodadas duplas... E, confesso, pouco vejo das etapas. Mas, é inegável que mesmo aos trancos e barrancos, a Stock Car vai se firmando como categoria mais importante do país. Tem muita grana envolvida, bons pilotos, visibilidade razoável e tal... Ou seja, sabendo fazer o negócio, pode sim, dar certo. 

A prova disso é o público em Goiânia (autódromo que visitei no final do ano passado, quando ainda estava em reforma), que me pareceu bastante bom, apesar do costumeiro sol de rachar daquelas bandas.

Tomara que engrene.


Nenhum comentário:

Postar um comentário