2 de setembro de 2014

Dilemas alonsísticos

Os queridinhos...

Alonso declarou ao canal Sky Sports que fica na Ferrari em 2015. No entanto, as declarações deixam uma porta entreaberta, como quem diz: "vou ficar, mas se continuarem a me dar essa carroça, tenho pra onde ir".

Será que tem, mesmo?

Até que ponto a McLaren será competitiva com os motores Honda? 

Na minha opinião (opinião, ok?) até os Japas irem pra pista e enfiarem uma naba em todo mundo, tudo não passa de especulação - e marketing.

E, supondo que saia da Ferrari e não vá para a McLaren, para onde mais Alonso iria?

Mercedes?

O espanhol teve problemas com Lewis na McLaren de 2007, basta imaginar como seria um embate entre ele e Rosberg. Além do mais, Nico parece muito à vontade com os mercêdicos, e não é intimidado por companheiros de equipe.

Schumacher e Hamilton que o digam...

Iria Alonso para a Red Bull?

Não acredito que os energéticos precisem de alguém como Alonso. Ainda mais agora, que descobriram que Ricciardo faz o basicão - e ainda vence corridas - por muito menos.

Olhando por este prisma, Alonso faz muito bem de ficar onde está.

É o mais seguro.

E seguro não significa melhor, ok?

Resumindo.

A McLaren seria uma aposta.

Um tiro no escuro.

Enquanto que Red Bull e Mercedes seriam - hoje - um pulo na fogueira.

Opinião pessoal, galera!

Na pior das hipóteses (e põe pior nisso) tem a Caterham, que anda leiloando umas vagas aí...

E quanto a Lewis e Vettel?

Não sei...


Nenhum comentário:

Postar um comentário