6 de setembro de 2014

Em itálico (1)

(Que título horrível...) Hamilton jantou Rosberguinho com batatas hoje, em Monza. Liderou todos os Qs e enfiou uma naba de quase 0s3 no companheiro. Está tudo comentado lá no Motordrome. Junto com os prateados, as Williams foram as únicas a andar abaixo de 1m25s. Estão voando, esses quatro, e se a Rússia não começar a Terceira Guerra Mundial entre hoje e amanhã e acabar com o planeta, o pódio será com três deles. Minha aposta é Hamilton e os Martinis.

Ué, mas e o Rosberg? 

Sei lá!

Mas, de qualquer forma, Rosberguinho não está morto. É frio, calculista, líder do campeonato e não comete erros. Hamilton vai mais pela força bruta. É arrojado, mas não sabe medir as forças. Passa do ponto, fala pelos cotovelos... Joga com o psicológioco, mas no fim das contas é o mais afetado com isso tudo.

Enfim.

Vai ser um corridão, claro. Monza é uma daquelas pistas que poderiam receber, sei lá, umas 5 etapas por ano. De quebra, é o circuito mais rápido do calendário, e não tem grandes mistérios, afinal. Reta, chicane, curva, reta, chicane, reta de novo, Parabólica e fim da volta. E agora ainda tem asfalto na área de escape da Parabólica...

Nenhum comentário:

Postar um comentário