9 de setembro de 2014

Motovolks

O André Buriti achou essa trapizonga n'uma rua aqui do Rio, postou no facebook e acrescentou: "quando vi de longe esse tancão percebi logo que não era uma coisa normal. Ate pensei que era uma moto artesanal, mas estava muito bem feita, com painel de época... Aí mataram a charada por aqui. É uma moto Amazonas, que utilizava mecânica VW, com o motor 1500 do Fusca e o câmbio da Brasília. Imagina o tranco disso!"

N'uma pesquisada rápida, descobri um monte de coisas.

O projeto foi tocado por dois mecânicos. Para a estrutura, foram utilizados pedaços dos quadros de uma Harley-Davidson e de uma Indian 1200 de 1950. O conjunto pesava ao todo impressionantes 300 kg. O motor era o 1500 a ar, os freios tinham peças de Corcel, Variant e Fusca, e a suspensão também era deste último. O velocímetro e o conta giros eram emprestados do Puma... O câmbio, inicialmente de Fusca, depois passou a ser o mesmo do Gol, antes de ser o mesmo do SP2, que tinha uma relação mais longa que os outros VW. 

A idéia foi comprada pelo grupo Ferreira Rodrigues em 1978, que lançou a primeira Amazonas no mercado nacional, inclusive com uma versão a álcool.

E aí?

Alguém aqui conhece isso aí? Tem? Tiveram? Já viram por aí?

Nenhum comentário:

Postar um comentário