6 de fevereiro de 2015

Damon

As fotos enganam.

Apesar da proximidade com as pistas, Damon Hill se iniciou tarde no automobilismo.

Tinha apenas 15 anos de idade quando seu pai morreu...

Sem passar pelo kart, pulou direto para a Fórmula 3 e 3000, aos 24 anos.

A Fórmula 1 veio ainda mais tarde, e pela porta dos fundos: em 1992 (aos 31 anos), substituindo Giovanna Amati n'uma decadente Brabham...

Em paralelo, Hill era piloto de teste da Williams, aprendendo o ofício com gente do gabarito de Nigel Mansell e Alain Prost.

Não era um piloto espetacular (longe disso!)

Mas sabia tirar proveito do equipamento que tinha nas mãos.

Em 1993, com a saída de Mansell para a CART, abriu-se uma vaga na Williams para o jovem aprendiz.

imbatível Williams...



Logo de cara, Hill conseguiu 10 pódios (sendo três vitórias) em 17 corridas.

Em 1994, coube a ele a tarefa de tentar frear Michael Schumacher.

Não conseguiu; e o alemão viria a ser o seu grande rival nas pistas...

Clica aqui!

Em 1996, porém, veio a glória.

O título!

Naquele ano, além de Schumacher (na Ferrari), Hill tinha um inimigo no box ao lado: o jovem Jacques Villeneuve, vindo da Indy, tentava de todas as maneiras roubar a cena dentro da Williams...

(e quase conseguiu)

Tirando a vitória de Panis em Mônaco (aquela!), os três venceram todas as outras 15 etapas daquela temporada, com Hil levando a melhor em 8 oportunidades.

Mesmo com o título, foi chutado da Williams...

Mas não era o fim.

O inglês ainda daria show a bordo de uma Arrows em Hungaroring...

E venceria a sua última corrida em Spa, correndo pela Jordan.


Um comentário:

  1. Lástima que se le escapó ese triunfo con el Arrows a 2 vueltas del final...
    Abrazos!

    ResponderExcluir