19 de março de 2015

DYWA... gar!

Vocês já ouviram falar na Dywa?

Não, né? A equipe talvez esteja entre os maiores fracassos que a F1 (não) viu. Sequer aparece nas estatísticas do que quer que seja... Foi criação do italiano Pietro Monguzzi, que na década de 70' tentou alinhar seus carros na F5000, no campeonato Britânico de F1 (a famosa Aurora AFX) e na própria F1, mas nunca conseguiu.

O motivo?

Bom, a última corrida em que um DYWA tentou participar aconteceu em Monza, na temporada 1980 do Campeonato Britânico de F1. Mas o carro, como sempre, não passou da pré-classificação, sendo 20 segundos (!) mais lento do que o 2º carro mais lento do treino e 37 segundos mais lento do que o pole position.

Inacreditável!

A história completa dessa aberração está no Motordrome.

3 comentários:

  1. Então podemos comparar a ferrari e outras equipes que n a merces como as novas DYWAs da F1. asuhuahusah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais ou menos, Henrique. A DYWA tomou 37 segundos em uma volta (ou em um punhado de voltas, já que foi na pré-classificação), já a Ferrari tomou 30 segundos n'uma corrida inteira, em Melbourne.

      Par se ter uma idéia do que foi a Dywa, em Melbourne, é como se existisse uma equipe virando 20 SEGUNDOS mais lenta do que as McLaren de Button e Magnussen SÓ NO TREINO...

      Excluir
    2. Cacete de agulha como diria um certo doador de sangue. Eu havia feito o calculo mas quis dar uma zoada na Ferrari rsrs

      Excluir