1 de abril de 2015

Prelúdio



Hipnotizante!

O duelo de Dider Pironi e Gilles Villeneuve em Ímola, 1982.

Ordens de equipe? 

Esquece!

Ou melhor... Até havia a ordem de "manter as posições" (com Villeneuve em primeiro e Pironi em segundo: o primeiro pódio da equipe em 82'), mas o francês ignorou o pedido, passou Gilles na última volta e venceu.

Esse episódio acabou sendo o estopim para o que aconteceria na corrida seguinte, em Zolder. Puto dentro das calças desde Ímola, Gilles deixou os boxes nos minutos finais da classificação com um único objetivo: desbancar Pironi, que tinha a pole provisória para o GP da Bélgica. 

Mas havia o March de Jochen Mass pelo caminho...



3 comentários:

  1. E o saldo foi trágico para o mundo da velocidade...

    ResponderExcluir
  2. Coisa mais linda essa disputa. Diz a lenda que o Villeneuve achou que o Pironi tava "dando showzinho" pra galera e, por isso, não levou a sério a disputa no começo. Mas quando ele viu que era pra valer, ficou puto demais... rsrsrsrs Os dois acidentes só provaram o que todo mundo sabia: o 126C2 era uma verdadeira cadeira elétrica. Uma pena já que, pra mim, é o carro mais bonito que a Ferrari já fez na Fórmula 1...

    ResponderExcluir
  3. O Comendador fez questão de apagar os vestígios da existência desses modelos. Em Maranello não há nem réplica desses monopostos.

    ResponderExcluir