14 de maio de 2015

Fichinha

(Uma alfinetada e tanto) Darren Cox, diretor da Nissan Motorsport, disse ao site Motorsport Total que a tarefa da montadora japonesa de regressar ao WEC foi muito mais complicada do que o retorno da Honda à F1:
"Eles tiveram um ano inteiro para desenvolver apenas um motor, e integrá-lo a uma equipe totalmente estruturada, que dispõe inclusive de dois campeões mundiais. Em contrapartida, nós fabricamos todas as peças dos três protótipos em apenas 10 meses; inclusive os V6 biturbo e o sistema KERS."
E ele tem razão!

E outra, parem pra pensar: se você fosse uma montadora, investiria onde? Ok, os resultados podem não vir em 2015 (e não devem vir mesmo), mas para 2016... Por que não? Olhem pra Porsche hoje! Olhem para a Audi, Toyota... Essa galera toda não pode estar errada!

Já a McLaren/Honda eu duvido que ande alguma coisa esse ano ou no ano que vem. Não por que eu duvide da capacidade de um ou de outro, e sim porque o regulamento da F1 não deixa. É tudo muito engessado. É ruim. É falho.

Simples assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário