19 de maio de 2015

Tem resposta?

(É isso aí) Excelente o texto do Fábio Campos, em sua coluna no site Velocidade.org. Ele comenta sobre a corrida do WTCC no último final de semana, que trouxe o Nordschleife "de volta à vida". Deixo aí embaixo apenas um trecho, do que pode ser lido na íntegra aqui:
"Assistir ao GP em Nordschleife me fez pensar em como o automobilismo foi, ou vai, se apequenando ao longo dos anos, como vai se tornando cada vez mais um esporte de bibelôs, de meninos hábeis e envoltos de segurança exagerada, e vem deixando de ser uma atividade para aqueles que já foram os seres mais corajosos, de maior bravura, e cujo objetivo ao se tornar pilotos era o de superar, no braço, as dificuldades que uma pista e um carro lhes impunham [...]"
Eu não mudaria uma vírgula sequer.

E no fim, o Fábio ainda pergunta, de forma certeira: em que ponto da história o desafio de pilotar perdeu para o temor de se machucar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário