22 de junho de 2015

Kimi sendo Kimi



(Precisa traduzir?) "How the fuck is this possible?"... Essa foi a resposta de Räikkönen após seu engenheiro lhe informar via rádio que ele tinha conseguido apenas a 17ª posição no Q1.

A propósito.

Parece que a batata do finlandês anda assando em Maranello. O motivo é óbvio: dos 192 pontos conquistados pela Ferrari em 2015, 120 (ou 62,5%) são de Vettel. E, enquanto o alemão acumula 5 pódios em 7 corridas disputadas (sendo 1 vitória), Räikkönen tem apenas um segundo lugar no Bahrein. É pouco.

Se a Williams alcançar a Ferrari nos construtores (a briga está 192 a 129 em favor do italianos), é bem capaz de Kimi tomar um pé na bunda mesmo, como aconteceu no final de 2007. É um piloto excelente; campeão do mundo e tal... Mas é caro demais. Para fazer o que ele anda fazendo, tem gente mais em conta no grid. Bottas é um. Ricciardo, outro. Hulkenberg também está na lista - embora eu ache que o caminho do tedesco é a Porsche, no WEC.

Um comentário:

  1. O problema do Kimi é que ele parece não estar nem aí pras coisas, parece que ultimamente a unica coisa que ele tem é o talento natural...

    ResponderExcluir