22 de julho de 2015

GP da Hungria

Hungria! Ah, a Hungria...

Como não se lembrar da imagem aí em cima - considerada por muitos (eu incluso) uma das mais belas manobras da Fórmula 1? Piquet sobre Senna na inauguração do GP húngaro, em 1986. 

Tem vídeo, aqui.

Além disso, o GP da Hungria é famoso por outras cenas marcantes. De cabeça, rápido, lembro da espremida de Shcumacher pra cima de Barrichello em 2010, do acidente de Massacom a mola, em 2009, e do atropelamento do Taki Inoue por um carro médico em 1995 (isso é hilário, veja aqui)...

Mas, vamos às estatísticas:

Desde 1986 o circuito localizado na cidade de Mogyoród recebe a F1 de forma ininterrupta. São ao todo 29 etapas disputadas, portanto. E dessas, em 13 oportunidades (44,8%) o vencedor partiu da pole, e em outras 5 (17,24%) da segunda posição.

Aliás, tirando as vitórias de Nigel Mansell em 1989 (partindo de 14º com a Ferrari) e de Jenson Button em 2006 (12º com a Honda), nenhum piloto viu a quadriculada antes de todo mundo largando depois da segunda fila.

Minha aposta? Mercedes em 1-2, podem anotar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário