3 de agosto de 2015

Guerra é guerra



(Fim de semana movimentado) Aconteceu no DTM, domingo, na Áustria. Timo Scheider, Robert Wickens e Pascal Werhlein brigando pela sexta posição. O primeiro, da Audi, seguiu na corrida, enquanto os dois mercêdicos acabaram na brita. N'um primeiro momento me pareceu apenas um toque normal de corrida, agravado pelas condições da pista...

Mas o diretor da divisão esportiva da Audi, Wolfgang Ullrich, aparece no rádio de Scheider momentos antes do toque falando em alemão algo como "tire-os da corrida". Some-se a isso o fato de que, com o abandono, Werhlein perdeu a liderança do campeonato para Mattias Ekström, da Audi, que venceu a prova.

Como dizem por aí: a treta está plantada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário