8 de setembro de 2015

Retrocesso

(Voltando, aos poucos...) Não vou falar sobre a corrida de Monza porque ela foi totalmente previsível. Se Rosberg não abandonasse (algo que inclusive cogitei com amigos, ainda no sábado), eu acertava os 5 primeiros, na ordem. Ou seja, não tenho o que comentar.

Mas a corrida serviu para que aparecesse esse comparativo aí embaixo. Uma volta de Hamilton nesse final de semana contra uma de Montoya, em 2004. Dá até pena da Mercedes, e da F1 como um todo.

Os caras estão andando pra trás!

3 comentários:

  1. A falha do Kimi na largada não foi tãããão previsível assim...
    Se não fosse o erro, duvido que ele ficaria atrás das Williams. (veja pela ótima corrida de recuperação que ele fez)

    ResponderExcluir
  2. O Kimi disse que fez tudo como sempre fez e não assumiu o erro. É apenas possível que ele tenha errado. A equipe, idem, não assumiu também. São ambos perdoáveis, pois ambos já erraram. Mas o vendedor de cigarros tem certeza de que ele errou mesmo sem entender patavinas de F1. Eu confio no piloto.
    Quanto aos tempos acima, não sei qual foi a diferença, mas foi algo em torno de 4s, suponho. Uma fábula em se tratando de F1. Estão regredindo, o que é normal, já que o velhote dono da bagaça regride a passos largos também.
    Abs.

    ResponderExcluir
  3. Dá um desanimo olhar a saida de curva da mercedes pra williams desse ano.

    ResponderExcluir