30 de dezembro de 2015

NART


Três imagens da Ferrari de John Surtees em 1964.

Curiosidade.

Como forma de protesto pela não homologação da Ferrari 250 LM nas competições de Endurance, a Ferrari ameaçava se retirar oficialmente do restante da temporada de 1964. Mas, como John Surtees disputava o título com Jim Clark e Graham Hill, a federação entendeu que tudo não passava de mais um blefe do Commendatore

Não era.

A equipe oficial da Ferrari realmente não foi inscrita para as duas provas finais da temporada - então Estados Unidos e México - e tanto a Ferrari 158 de John Surtees quanto o modelo 1512 de Lorenzo Bandini correram sob as cores da North American Racing Team, uma equipe criada em 1958, que se tornou o principal importador da Ferrari, e por muitos anos foi o primeiro e único revendedor autorizado nos Estados Unidos.

Com os dois segundos lugares obtidos por Surtees, a equipe venceria o mundial de pilotos e construtores. Porém, ostentando o azul e branco da América.

4 comentários:

  1. Boueri, só um detalhe: o protesto não foi contra a FIA, mas sim contra a Federação Italiana (CSAI), que não homologou as 250 LM. Daí a inscrição via NART, pela federação norte-americana.
    Abs.

    ResponderExcluir
  2. Federação Italiana por isso o não uso de vermelho que por tradição são dos carros italianos...

    ResponderExcluir
  3. Esperteza do mercado...
    Mas sou louco por uma mini desta Ferrari em azul e branco.

    ResponderExcluir