18 de janeiro de 2016

A incógnita Gilles





18 de Janeiro.

Há exatos 66 anos nascia Joseph Gilles Henri Villeneuve.

Não, ele não era um gênio. Era rápido.

[...]

Já falei isso aqui antes, mas uma frase que li há tempos atrás é certeira:

"É sempre uma incógnita decifrar o fenômeno Gilles"

Para uns é considerado um baita piloto, enquanto que para outros o canadense não passou de um batedor de carros; que teve lá seus lampejos sim, mas que nunca chegou a ser sensacional.

Estes também afirmam que ele jamais venceria um campeonato...

Não discordo.

Mas a única verdade absoluta é a inquestionável velocidade de Villeneuve.

Basta ver os tempos durante as sessões de treinos livres em Watkins Glen, em 1979.

Seu tempo foi nada menos do que 9 segundos mais baixo do que qualquer outro piloto que tenha se arriscado no piso molhado de Nova York.

Nove segundos!

O que dizer então do épico duelo contra René Arnoux em Dijon, também em 1979?

Uma das maiores demonstrações de coragem que eu já vi.

Clica aqui para relembrar...

Olhando por este lado, desqualificar o talento de Gilles Villeneuve por conta dos inúmeros acidentes que protagonizou é uma injustiça sem tamanho. 

Era um doido varrido? 

Era!

Mas um doido varrido espetacular.

10 comentários:

  1. Já tinha visto isso?
    Tem louco para tudo nesse mundo.

    http://blog.caranddriver.com/lemons-njmp-day-one-upside-down-camaro-leads-big-over-rolls/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Camaro "ao contrário" já. O resto não.

      Excluir
  2. Dizem que ele usava um capacete duas vezes menor que o numero que sua cabeça calçava.
    Síndrome de doberman hahahahaha

    Mas era espetacular.

    ResponderExcluir
  3. É, também penso que Gilles nunca teria sido campeão na F1; faltava-lhe cabeça para isso. Mas também penso que ninguém chegou, como ele chegou, no nível de controle do carro além dos limites da pista. Sua relação com o pedal da direita não foi igualada por nenhum outro piloto.

    ResponderExcluir
  4. Gilles tinha um "instinto selvagem" de pilotar... acredito que jamais seria campeão mas o show era certo...

    abs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente André. A propósito, a idéia dessa postagem surgiu a partir de uma que você publicou no seu blog. Juntei umas fotos perdidas aqui no PC e... Voilá!

      Excluir
  5. Eu acho que seria campeão, sim. Com o carro certo (se bem que todos os campões só o foram com o carro "certo", ou não?). Naquela Ferrari de 82 teria condições para isso, embora a briga seria grande com o Pironi. Mas não o vejo sendo aquele "multicampeão", como o Vettel ou o Schumacher, talvez ganhasse um ou dois. Infelizmente, nunca saberemos....

    ResponderExcluir
  6. Andei olhando umas corridas e lendo sobre. Lado A, lado B, sempre terá, mas é indiscutível sua habilidade. Só qm n tem conhecimento sobre, falaria q ele era apenas rápido.

    ResponderExcluir
  7. Yo no voy a ver campeonatos, voy a ver carreras. Y las carreras de autos son fabulosas cuando hay pilotos como Gilles, sean o no sean campeones. Cuando son todos "fríos y calculadores" o especulan "pensando en el campeonato" me aburro como un oso en invierno.

    ResponderExcluir