23 de fevereiro de 2016

Cegos, surdos e loucos

Não, não falo da excelente comédia protagonizada por Gene Wilder e Ricard Pryor em 1989. O título do post e a imagem são um mero paralelo com a forma como vejo os dirigentes da F1 atual: exatamente como Dave Lyons e Wally Karue - uns trapalhões.

O motivo?

Parece que querem - e vão, pelo que li - mudar o formato das classificações já para esse ano. As eliminações dos Qs permanecem, mas agora passam a acontecer em intervalos de 1 minuto e 30 segundos pelo que eu entendi. Uma doideira! Para passar a valer, porém, a nova regra precisa ser aprovada pelo Conselho Mundial, que se reúne no próximo dia 4.

--

Eu fico imaginando a cabeça de quem assiste a bagaça no autódromo, ou quem tenta explicar pro filho como funciona a categoria hoje. Ao invés de descomplicarem, complicam cada vez mais...

Enfim.

Eu particularmente gostava muito mais quando eram 60 minutos de salve-se quem puder e o mais rápido largava na frente. Simples assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário