20 de março de 2016

Australopitacos (3)

(Habemus um campeonato?) Rapaz... Tudo bem que Albert Park é um circuito bastante particular para esse tipo de análise, mas, ver as duas Ferraris pulando na ponta e Hamilton suando picas pra passar uma Toro Rosso leva a crer que sim, podemos ter um campeonato.

Mas isso não foi tudo, vamos chegar lá.

Na largada, surpresa. Vettel se aproveitou da bobeira de ambas as Mercedes e pulou na ponta. Os prateados quase se enroscaram na curva 1 e com isso Räikkonën foi no embalo, pulando para P2. Rosberg sustentou conseguiu salvar o P3, enquanto Hamilton despencou para sexto, atrás de Massa e Verstappen. Não demorou muito para Massa peidar na farofa e entregar a paçoca, mas Verstappen resistiu, ao ponto que Lewis reclamava no radio "não consigo passar esse puto!".

Lá atrás, a McLaren mostrava algum fôlego, assim como Haas e Renault. A Sauber coitada, chegava a dar pena. Force India nem sei se correu e Bottas... Putz, esse aí se fodeu largando no fundão.

Voltando às cabeças.

Rosberg parou na volta 13, e, vendo que poderia perder a ponta na base da estratégia, a Ferrari chamou Vettel na volta seguinte. Foi apertado (chegaram a dividir a curva 1), mas o alemão conseguiu sustentar a liderança. Vendo Hamilton fodido, encaixotado atrás de Verstappen, a Mercedes decidiu alongar o stint do inglês. "Vamos parar apenas uma vez".

Estratégias definidas, galera mais espalhada na pista; a partir daí a corrida se encaminhava para aquele período mais "calmo". Mas aí...





Bandeira vermelha!

Alonso tentou passar Gutierros, e deu essa merda gigante aí. Acidente de corrida, a meu ver. Guti-gutierrez no meio da pista, mais lento, Alonso tentou tirar para passar e não conseguiu. Levantou voo, pegou a brita, saiu capotando e deu sorte de não morrer. Ainda durante a transmissão isentou Gutierrez e confirmou que foi ele sim, quem errou.

Como foi permitida a troca de pneus durante a interrupção da prova, a Mercedes resolveu ganhar a corrida. Como Vettel teria de parar de novo, enfiaram pneus médios no carro de Rosberg para ir até o final.

Na relargada, os 10 primeiros eram Vettel, Rosberg, Räikkonën, Riccardão, Verstappen, Sainz, Hamilton, Massa, Grosjean e Hulkenberg. Nada aconteceu de relevante até a volta 23, quando Räikkonën abandonou com o motor em chamas...

Até a volta 28, o panorama era o seguinte:






--

A volta 35 foi o momento chave da corrida: Vettel parou, colocou os macios e voltou atrás de Rosberg - que herdou a liderança calçando os pneus médios já com 16 voltas nas costas. Entre eles, Hamilton, que só passou as duas Toro Rosso quando estes foram para os boxes... Impressionante o que esses garotos andaram!

A partir daí, a missão de Vettel era simples: atacar! Se aproveitar dos pneus mais novos e descontar os 20s de desvantagem para as Mercedes. Na volta 45 os dez pontuáveis eram Rosberg, Hamilton, Vettel, Massa, Riccardão, Grosjean (mas que caralhos!Sério?), Hulkenberg, Bottas, Sainz e Verstappen. 

Outro parêntese aqui:

Verstappen é bom? É, sim. Rápido também. Mas ainda faz muita merda. Explico. Quando ele e Sainz estavam encaixotados atrás de Jolyon Palmer, reclamou demais no rádio da demora do companheiro em despachar o amarelão, induzindo a equipe a uma troca de posições (que, ainda bem, não aconteceu). Depois, faltando 3 voltas para o final, acertou Sainz e quase jogou o fim de semana da equipe no lixo. Ainda teve uma atravessada durante a corrida que... Putz! Fecha parêntese.

[...]

O finalzinho da prova ainda reservou algo que todos queriam ver há algum tempo: Vettel, de pneus novos, conseguiu alcançar Hamilton, e partiu para o ataque. "Passa ou não passa?". Enfim, não passou porque, já sem pneus, errou a 2 voltas do final. Uma pena.

Foi a última emoção da corrida australiana.

No fim, mesmo com um início que parecia desastroso, os mercêdicos anotaram mais uma dobradinha, e Rosberguinho faturou a 15ª vitória na carreira. Completaram os pontuáveis Vettel, em terceiro, seguido de Ricciardo, Massa, Grosjean, Hulkenberg, Bottas, Sainz e Verstappen.

CARALHO! Grosjean em sexto! Que bacana.



--

E sim, habemus um campeonato.

Um comentário:

  1. Eu acho q desde o bahrain 2014 eu n via uma corrida que me deixasse todo tempo na frente da TV! E sim, q legal ver o grosjean em 6º e vibrando com a equipe! Parece q o nobre blogueiro curtiu a corrida hehe

    ResponderExcluir