21 de junho de 2016

Inacreditável

(Caralho! Caralho!) Não tem outra palavra pra descrever o que aconteceu em Le Mans no domingo. Faltando pouco mais de 6 minutos para o final das 24 horas de prova, o Toyota de Nakajima - que liderava com alguma folga (mais de 30 segundos, pois), apagou. Não só: apagou QUANDO ABRIA A ÚLTIMA VOLTA.

"I have no power! I have no power!" - berrava o jovem nipônico pelo rádio.

Depois, misteriosamente, o Corollão voltou a funcionar... Mas aí já era tarde demais; Neel Jani já havia herdado a ponta para faturar a 18ª vitória em Sarthe para a Porsche.

E tem mais!

Mesmo tendo posto o carro novamente para funcionar, e teoricamente ter terminado a prova em 2º, o Toyota #5 foi dado como "não classificado" pela direção de prova por ter cruzado a linha de chegada mais de 6 minutos após o vencedor - desrespeitando assim um item do regulamento. Uma tragédia!

Completaram o pódio o outro Toyota - pilotado por Stéphane Sarrazin, Kamui Kobayashi e Mike Conway, e em terceiro o Audi do trio Loïc Duval, Oliver Jarvis e Lucas Di Grassi.

[...]

O automobilismo, amigos, é um esporte maravilhoso.

Cruel muitas vezes, mas maravilhoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário